Moradores e representantes de condomínios discutem reabertura das áreas de lazer

Desde a reabertura do comércio durante a pandemia do novo coronavírus, moradores da capital federal discutem o retorno das atividades na área de lazer dos condomínios. Quem é contra ao retorno preocupa-se com a propagação da covid-19. Já outros moradores acreditam que a reabertura dos espaços facilitaria a realização de exercícios físicos e de atividades de lazer.

O morador do condomínio Tropical, em Águas Claras, Alexandre Félix, 48 anos, defende a reabertura. “A gente percebe que a pandemia está deixando muita gente dentro de casa com a saúde prejudicada. A reaberturas das áreas de lazer ajudaria a aliviar o estresse, com a prática de atividade físicas”, comentou o bombeiro.

Já para o presidente do Conselho de Segurança de Águas Claras (Conseg), Hoto Barros, o retorno deve ser gradativo e controlado. “É necessário abrir com bastante cautela. Cada condomínio tem uma realidade e é necessário encontrar uma alternativa para cada um”, disse.

A decisão, segundo o Governo do Distrito Federal, cabe aos representantes dos condomínios. Em nota, o GDF explicou que não interfere em decisões internas dos condomínios “cujas regras de funcionamento estão sujeitas à convenção e a decisões de assembleias de moradores”.

Leia mais em: https://www.correiobraziliense.com.br/cidades-df/2020/09/4875582-moradores-e-representantes-de-condominios-discutem-reabertura-das-areas-de-lazer.html