Advogado fala sobre as mudanças que o código trouxe nesses 30 anos de existência

Temos muito a comemorar no aniversário de 30 anos do  Código de Defesa do Consumidor (CDC). Se pensarmos que nem sempre se valeu o ditado que “o cliente tem sempre razão”, a relação entre quem vende e compra um produto mudou muito nas últimas três décadas.

Você, cidadão, já pensou em como a sua vida foi mudada com essas regras? A lei foi pensada com o objetivo de buscar o respeito à dignidade, saúde e segurança do cidadão, a proteção de seus interesses econômicos e a melhoria da sua qualidade de vida. É o verdadeiro equilíbrio nas relações de consumo.

As pessoas precisam saber quais são os seus direitos e como reivindicá-los. É necessário procurar advogados especializados e o Procon, se for o caso, para fazer valer os nossos direitos. Essa ferramenta é fundamental para que a qualidade dos serviços sejam melhoradas. É um ganho tanto para o cliente, quanto para o mercado.

Se observarmos que a qualidade dos serviços foram melhoradas, esse outro ponto é extremamente benéfico. Aumentou a livre concorrência no mercado, o consumidor passou a ser prioridade e os direitos de ambas as partes estão em evidência.

Leia mais em: https://gpslifetime.com.br/conteudo/variedades/artigos/8/artigo-codigo-de-defesa-do-consumidor-o-que-temos-a-comemorar