Black Friday 2019 – saiba como comprar com segurança

dra. Ana Victoria sobre black friday

Dra. Ana Victoria da dicas sobre sites a serem evitados no Black Friday

Surgida nos Estados Unidos no século passado, a Black Friday passou a ser adotada por lojas brasileiras a partir do ano de 2010. Neste ano, no Brasil, a Black Friday acontecerá em 29 de novembro e a expectativa tanto dos comerciantes quanto dos consumidores é grande.

A Dra. Ana Victoria, especialista em Direito do Consumidor do Kolbe Advogados Associados, explica hoje sobre como não cair em fraudes nessa data.

“Black Fraude”

É importante ressaltar que, ainda que a proposta do Black Friday seja boa aos comerciantes e consumidores, infelizmente, não é raro ouvir a expressão “Black Fraude”.

Diante disso, seguem algumas dicas para você se precaver e não se tornar vítima de uma fraude:

Inicialmente, pontua-se que o consumidor deve se planejar com antecedência para comprar produtos nesta época do ano, refletindo bem se aquele produto, de fato, lhe interessa e atinge a sua necessidade.

Isso porque é comum que algumas pessoas comprem apenas por comprar e, posteriormente, acabem saindo no prejuízo.

Para ter êxito nas compras realizadas no Black Friday, é necessário que o consumidor se planeje com antecedência para tanto, realizando pesquisas de mercado do produto.

Isso para verificar se, de fato, as empresas estão concedendo o desconto ou elevaram o valor do produto para depois no Black Friday diminuir e assim induzir o consumidor a erro.

É a prática chamada “metade do dobro”, a qual constitui propaganda enganosa e pode, inclusive, ocasionar numa reparação por danos morais ao consumidor.

Outra dica importante, é avaliar se o produto a ser comprado está em boas condições, se não possui algum defeito, se está funcionando corretamente. Isso porque algumas empresas alteram as regras de troca do produto nesta época e, caso não tenha este cuidado, o consumidor pode ser lesado e seja necessário ajuizar uma ação para obter um novo produto ou o ressarcimento.

Importante ressaltar ainda que existe uma lista oficial das lojas que estão participando do Black Friday. Diante disso, antes de efetuar a compra do produto certifique-se que a loja está participando efetivamente do Black Friday.

 

Procon

O PROCON SP disponibiliza uma outra lista das empresas que apresentaram problemas no Black Friday no ano anterior, a qual deve ser consultada pelo consumidor também.

No caso de compras online, verificar a procedência do site, inclusive observando se o endereço eletrônico corresponde a empresa que está anunciado o produto, bem como consultando os dados da empresa anteriormente. Lembrando que para compras online, o consumidor tem o direito de se arrepender no prazo de 7 dias.

Ademais, quando for efetuar a compra do produto, é importante se resguardar, retirando fotos da propaganda realizada, das características do produto e do comprovante de pagamento, até para que no caso de fraude, o consumidor esteja munido para, posteriormente, ajuizar uma ação garantindo os seus direitos como consumidor.

Caso você se veja em alguma destas situações, o indicado é realizar uma denúncia no PROCON, para que a empresa seja penalizada, e procurar um advogado de sua confiança para orientação quanto aos procedimentos judiciais cabíveis.

 

Toda semana o Kolbe Advogados Associados publica um vídeo sobre casos do Direito que podem ter relação com o seu dia a dia. São as Dicas do Kolbe. Confira!
Veja outras dicas do Kolbe Advogados Associados.
Tags:

Deixe uma resposta