Assédio moral: o que fazer nesses casos

Assédio moral: o que fazer nesses casos

Dra. Hanna Gomes responde às dúvidas e fala sobre reparação e indenização em caso de assédio moral

Nos últimos anos muito tem se falado em assédio moral nas empresas e locais de trabalho. Mas, o que fazer nesses casos?
A Dra. Hanna Gomes, especialista em Direito Penal do Kolbe Advogados Associados, explica hoje mais sobre o assédio moral e quais os direitos de quem sofre com esse problema.

Conduta

Os tribunais já reconhecem como ato ilícito os casos de assédio moral. Se provado o dano, os casos são passíveis de indenização e reparação – tanto na espera cível quanto na esfera penal.
Os autores podem ser responsabilizados. Além das pessoas, as empresas também podem ter responsabilidade.
Quando falamos de pessoa jurídica, a responsabilidade recai sobre dirigentes, coordenadores, diretores – na esfera cível, com a reparação, e na esfera penal.

Como identificar

“Se você é alvo de críticas, estresse, pressão excessiva e repetitiva, que te cause constrangimento, talvez você seja vítima de desse tipo de assédio”, explica Dra. Hanna.
Nesses casos, é importante buscar um advogado especialista para orientações e possíveis soluções jurídicas para o caso.
Toda semana, o Kolbe Advogados Associados divulga uma Dica do Kolbe, com vídeos dos nossos advogados sobre algum tema do direito que pode ajudar você.
Veja outras dicas do Kolbe Advogados Associados.
Tags:

Deixe uma resposta